HISTÓRICO

O Colégio Antônio Alves Ramos teve sua idealização em 11 de setembro de 1927, quando foi lançada a pedra fundamental. A inauguração, no entanto, aconteceu no dia 17 de março de 1929, tendo por mentores o Pe. Caetano Pagliuca e o Sr. Antônio Alves Ramos, grande colaborador da obra.

Nesta época a Instituição chamava-se Patronato Agrícola Antônio Alves Ramos e tinha como objetivo “servir, amar, educar para a formação integral”. No início eram, aproximadamente, vinte crianças, todas provenientes de famílias carentes ou órfãs; as quais eram atendidas num regime de internato, com aulas de formação intelectual, moral e religiosa.

Em 28 de abril de 1961 - com a necessidade de aprimorar a formação e a preparação dos jovens para o trabalho - foi criado o Ginásio Industrial que previa a formação escolar e técnica, através das oficinas de Marcenaria, Mecânica Geral, Eletricidade e Tipografia. A partir desta data a Instituição passou a atuar como escola.

No ano de 1972, com a implantação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação 5692/71, as séries do ginásio passaram a denominar-se 5ª, 6ª, 7ª e 8ª séries do 1º grau, quando a Escola atendia então as séries finais do referido nível de ensino. Dessa data até o ano de 1982, foram criadas as séries iniciais do 1º grau, inclusive a Pré-escola. A partir daí, a instituição passou a denominar-se Escola de 1º Grau Antônio Alves Ramos.

Em 2013, já com o nome de Colégio Antônio Alves Ramos, mais um sonho se concretizou. A implantação do Ensino Médio. E, assim no ano de 2015, os alunos da primeira turma concluíram este Nível de Ensino e realizaram as provas de seleção para o ingresso no Ensino Superior, quando 75% destes alunos obtiveram aprovação.

No dia 28 de abril de 2016, a Escola completou 55 anos de existência, desde a criação do Ginásio Industrial, em 1961.